terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Este Natal





Andam os tempos difíceis
entre a crise e a falta de esperança.
Foi-se embora o espírito natalício
consumido entre o brilho das luzes,
que escassas bruxuleiam nas avenidas,
e o desencanto da intempérie
que inflexível o vergasta.

Andam as promessas incumpridas
de amores verdadeiros, duradoiros
de centelhas amarelecidas
ao pó dos anos e amarguras.
Os sonhos dourados, imorredoiros,
esfumam-se num grito, em série,
igual ao passageiro voar dos dias.

Da magia do Natal não vê indício
a adormecida e loira criança
que, inconformada, em mim ainda habita.
Pinto-o a azul nos meus pincéis
mas esborrata-se em formas indefinidas
o Menino Jesus que, de tal presépio,
tristonho, envergonhado se agasta!



segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Gemidos de Poeta




Esguias, rebuscadas, solenes
são promessas em campos de fé,
inextinguíveis, perenes,
sólidas pirâmides de Gizé,
as musas que concernes.

Como nos contos de fadas
são príncipes e princesas
das histórias na infância contadas.
São como velas acesas
no altar de imagens idolatradas.

Bruxuleiam tais estrelas cadentes
em linguagem histérica, gestual
envolvidas em mistérios prementes,
premissas dum ser genial
que em ti se escondem latentes.

Nimbos em radiosos arcos de luz
circundam teu pensamento
que em melopeia se traduz.
Buscas na caneta, o esquecimento.
escreves, gemidos de poeta...por tua cruz.


Encontro - 21 Novembro

Passo a Palavra:







"Momentos..."


Muito sucesso ao "Momentos..." de Luis Ferreira!






quarta-feira, 11 de novembro de 2009

PARABÉNS para a Minha Poetisa Azulinha

HOJE...
(passado o dia dos teus anos...)

o dia amanheceu sombrio...
mas num esgar luzidio
daquela nuvem fugidia
maroto... O SOL aparecia

numa piscadela sorridente
roubou-me um segredo meu ...
dar-te um SOL de presente
neste DIA que é tão TEU...

a nuvem já pesadona...
teimosa por AKI... a passar
deu-me gotinhas de chuva
para as tuas primaveras regar ...

e... do meu jardim florido
as flores mais lindas guardei
p'ra TI... e, numa fita de fino tecido,
MUITOS PARABÉNS ali pintei...


de:aileda/adeliavaz


1Bjinhão
com o meu carinho
* perdoa , AmiGa, este meu atraso... (estou sem NET)


sábado, 7 de novembro de 2009

Happy Birthday to me



Recebi da Anne Geddes:

Dear Maria Isabel,
There is a special birthday wish waiting for you from annegeddes.com.
Happy Birthday!
===========================================
"We can do no great things - only small things with great love.
"Mother Teresa (1910 - 1997)
===========================================




Recebi do Joe Photo da Webshots




Recebi da Melanie




Recebi da Zélia Nicolodi


entre tantas mensagens de carinho quer no Facebook, quer no Sonico, quer na Sanzalangola, quer na Jóia de África, quer no Mazungue, quer nos mails de casa e do serviço, quer por tlefone e telemóvel, enfim, de todas as formas possíveis.

Obrigada queridos amigos e um grande xi-coração a todos.



terça-feira, 27 de outubro de 2009

Sob a Neblina


(Imagem da Net)



Misto de ternura e melancolia
um manto branco de neblina,
denso, cobre agora a cidade.
O sol pardo, impenetrável,
ausente da manhã fria,
deixa, em mim, a saudade,
da esplendorosa colina
que teu olhar reflectia.
E a minha alma vazia,
(outrora alegre e menina),
transparece a cor infindável,
estranha, opaca, ferina,
duma solidão insustentável!


Destaque da Semana




Nova Pangeia de Letras

foi esta semana seleccionado com este belíssimo e intenso selo.

É uma honra receber este selo de destaque da semana por parte do Eduardo Marculino e do seu fantástico e tão interessante Blog cultural
"História Viva".

Um beijinho.


sábado, 24 de outubro de 2009

Parabéns Eduardo... Parabéns Adão...

Parabéns Eduardo...meu grande amigo Ed...ombro, mar e inspiração das horas precisas...

Parabéns, também para ti, Adão...eterno companheiro das letras e das coisas belas da vida...

Escorpião


reabre um novo ciclo e reina no seu espledor como se pode confirmar em:

http://www.misteriosantigos.com/escorpiao.htm

(página interessante que tu Ed gostarás de ler, até pelas leituras sugeridas).

Um dia, aliás, um ano muito feliz, cheio de saúde e alegrias.



Um grande beijinho.



sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Plúmbea...


(Imagem da Net)


De novo a chuva...
O Inverno, a semente
e a terra que gira,
que sente...

Encharcada...fértil
como útero de gente!

Olhos marejados
na cinza penumbra
e uma gaivota plana
num aceno de lonjura...

Duma janela fechada
sem limite, sem horizonte,
com ela, a alma voa no ardil
da tarde feia e escura...

Parte...triste, plúmbea,
escusa e de amor ausente!
Assim... perdida, indiferente,
à paisagem se mistura!

Ah! Destino amargo e vil!...
Se amor bastava, somente!



terça-feira, 20 de outubro de 2009

FIM


(Imagem da Net)


Adormeci no tempo das pitangas
a lágrima farta que o vento arrasta.
Vagueei nesse agreste deserto
que no meu sonho perdura.
Descalça, incauta
pisei as tórridas areias,
as dilacerantes pedras,
tapete e mar do meu caminho.
Entre as luzes da ribalta,
ah!...coração como me enganas...
(tão longe e tão perto,
das loucas vozes que semeias),
na senda duma simples travessura
quedei-me em profunda melancolia,
num arabesco desenhei a palavra fim
e morri, devagarinho, dentro de mim...



terça-feira, 13 de outubro de 2009

Sem Rumo





Sem rumo,
louca,
na poeira das estrelas,
na cauda dos cometas,
adormeci.
Ciranda de pedra
transformada
mil sóis de ouro
reflecti.

Sem rumo,
rouca,
na brisa do tempo,
no beijo eterno do mar,
aflui.
Despida, Fedra,
amaldiçoada,
galáxias de luz
esqueci.



Prémio Dardos - pela 2ª vez



É com prazer que recebo, novamente, o prémio Dardos que, desta vez, me chega pelas mãos de Eduardo Marculino de História Viva -

http://historianovest.blogspot.com/


Apesar das regras que são a divulgação de quem o oferta e a transmissão de testemunho por outros 15 blogs que possamos considerar merecedores do mesmo, oferto-o a todos os blogs com os quais mantenho uma relação de amizade e respeito e que de uma forma ou de outra se distinguem quer na poesia, quer noutras formas de expressão ou outros campos da arte .


Obrigada e um beijinho a todos.



domingo, 11 de outubro de 2009

Pressentir...




Chegaste trazido pela mão de Deus
cativando meu espírito
e adoçando o meu sentir.

Cruzaste o meu destino,
cavaleiro andante das histórias,
testemunhando o momento e o poema.

Partilhaste memórias, ideais,
vinculando a tua mágica filosofia
para lá das janelas virtuais.

Riste menino, prazenteiro,
acenando do alto da gávea
no vislumbre do mar que nos une.

Recordaste o sortilégio, a argilosa terra,
sofrendo a angústia da saudade
do colorido chão da nossa mocidade.

Deste-me a beber da sabedoria
pelo cálice de ouro verdadeiro,
sendo e ignorando o definir.

Escondes-te, agora, no vazio,
remetido ao enigmático peso do silêncio
fechando as portas, entre nós, abertas.

Partes...Pressinto-o! Envolto em mistério...
Sem palavras, sem porquês, sem adeus,
presente num passado sem futuro!


Um Abraço



Os “amigos do Farol Chamado Amizade” - http://nuestramizade.blogspot.com/ repartem um abraço, com um pequeno desafio que consiste em responder a três perguntas:


1 - Quem mais gostas de abraçar no presente?

2 - Quem nunca abraçarias?

3 - Quem davas tudo para poder abraçar?


Em seguida devo passar esse abraço a alguns amigos escolhidos, ou permitir, alterando um pouco as regras, que outros amigos o levem também daqui.


As minhas respostas são:

1- Quem mais gostas de abraçar no presente?


Todos os que me são queridos. A ternura do abraço dá-me forças para seguir a jornada. Principalmente, as minhas filhas em cujo abraço sinto o mundo inteiro.


2 - Quem nunca abraçarias?


Os amigos da onça...Magoam e despedaçam em cada abraço.

3 - Quem davas tudo para poder abraçar?


Os que já partiram (familiares e amigos) que guardo no coração e me abraçam na saudade. Mais alguém...(não digo quem) muito especial, que estando vivo tudo faz para que o julgue morto. Abraçá-lo-ia ternamente, mesmo assim.


Um abraço a todos os amigos neste pequeno presente:



video

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Prémio VejaBlog




VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil! - disse...
VejaBlogSeleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil!http://www.vejablog.com.brParabéns pelo seu Blog!!!Você está fazendo parte da maior e melhorseleção de Blogs/Sites do País!!!- Só Sites e Blogs Premiados -Selecionado pela nossa equipe, você está agora entre os melhores e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!O seu link encontra-se no item: Bloghttp://www.vejablog.com.br/blog- Os links encontram-se rigorosamenteem ordem alfabética -Pegue nosso selo em:http://www.vejablog.com.br/seloUm forte abraço,Dário Dutrahttp://www.vejablog.com.br

Dário

Mais uma vez o meu grande obrigada por estar novamente classificada como blog da semana. Muito me honra estar junto de tantos brasileiros passando a palavra e o carinho pela poesia.


Um beijinho


sexta-feira, 25 de setembro de 2009

A Coroa de Louros




Transcrevo do blog "Um Farol chamado Amizade": - http://nuestramizade.blogspot.com/

A Coroa de Louros é o mais antigo símbolo ou condecoração concedido por vitória ou mérito. Começou a ser utilizada na Antiguidade, entre gregos e romanos, nomeadamente nos Jogos Pithios, um festival Pan-Helénico anterior às Olimpíadas que acontecia cada quatro anos no santuário de Apolo, em Delfos. Era o símbolo da vitória pela sua associação com o deus Apolo, sendo concedida a vencedores de competições ou como reconhecimento de mérito a artistas e outras pessoas que se destacavam em diversas áreas.
Queremos com este Prémio, à semelhança dos antigos gregos e romanos, homenagear com uma Coroa de Louros todos os nossos seguidores pelo trabalho desenvolvido na blogosfera, donde têm resultado “blogues de reconhecido mérito”.
Assim, é com todo o prazer e com todo o nosso carinho e Amizade que entregamos esta “Coroa de Louros” a todos os seguidores de “Um Farol chamado Amizade”.
Parabéns amigos, levem este prémio convosco e coloquem-no no vosso “Blog de Reconhecido Mérito”!...
Publicada por Amizade em
12:49 87 fachos de luz
Etiquetas: ,

e recolho-o com humildade e amizade num imenso obrigada, aos amigos Argos e Tetis que tão valioso contributo têm prestado aos valores da nossa cultura.

Um beijinho a ambos.


terça-feira, 25 de agosto de 2009

Envelhecer num Minuto

video
(Para melhor ouvir este video baixe ou desligue o som da Rádio Cotonete, no final da página)

(Um miminho do meu querido amigo Adão):

Aqui está um tema que me interessa. O envelhecimento.
Repara que tu, eu, os autores do filme - todos nós - partimos do princípio de que é inevitável envelhecer.

Olhamos à nossa volta e vemos tudo a envelhecer.

Mas, será que é verdade?

O mar envelhece?

Ou somos nós que o estragamos e fazemos envelhecer?

E a chuva? A chuva envelhece?

As núvens? Envelhecem?

Parece-me que não.

Todos esses elementos - FEITOS EXACTAMENTE DA MESMA SUBSTÂNCIA QUE NOS FAZ A NÓS - o espírito (ou energia, se preferires) TRANSFORMAM-SE CONSTANTEMENTE.

Por outras palavras: renovam-se constantemente. Não envelhecem.
Renovam-se, porque ACEITAM A VIDA! Fluem com a vida. Não lhe resistem.

Aceitam CADA MOMENTO tal como é. Para eles não há TEMPO.

Não existe nem o ontem, nem o amanhã.

Não têm uma MENTE, que está sempre FORA do momento, do agora, presa ao ontem ou temerosa do amanhã.

Por isso, não envelhecem.

Um beijinho para ti,

Adão


segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Beijo


(Imagem da Net)


Beija-me... gota de orvalho,

lágrima de luz em cada amanhecer.

Flores ao vento nos amaremos!



quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Meu Tempo


(Ironia do Tempo - Imagem da Net)


Tenho entre os dedos
um relógio de prata
cravejado de pedraria...
Seguro o tempo por instantes
e, por instantes, sinto o tempo
que deixei de viver!

O relógio, a prata,
as finas e preciosas pedras
perduram pelo tempo
a sua intemporal travessia...
Eu, porém, por mais que queira,
vivo o escasso tempo que é meu,
feito de sonhos e de medos!

Porquê, então, perdê-lo
na inútil tentativa de retê-lo?
Observá-lo... é um dos meus segredos!
Mas, vivê-lo... Ah! Vivê-lo...
A maior das minhas constantes!


segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Apenas e Agora


(Imagem da Net)



Já não há o antes ou depois.
Há o apenas e agora.

Os livros que não li
ficaram no outrora,
na estante do nunca,
do quem sabe, ou do talvez.
Os que saboreei e reli,
sem dúvida nenhuma,
o e, o mas, o porém,
o momento, a hora,
abertos sobre a mesa,
contam, um a um, por sua vez,
a história que, sem demora,
principia no fim e, sem desdém,
se finda no se
ao qual estou presa
sem causa ou razão alguma.

Já não há o antes ou depois.
Há o apenas e agora.

Já não és tu, já não sou eu,
nem nenhum ou nada de nós dois.
São as esperanças arquivadas,
penduradas em panfletos.
As palavras escusadas
são nos dicionários esqueletos.

Já não há o antes ou depois.
Há o apenas e agora.

Apenas um silêncio que me devora
agora que o contexto se desvaneceu.
Apenas um Inverno gélido que incomoda,
depois dum reencontro inesperado,
antes da partida anunciada,
agora o clímax, o auge, o apogeu.


sexta-feira, 17 de julho de 2009

Só Tu...


(Imagem da Net)


Não sei a razão...
Não me interessa o motivo.
Estou sem imaginação...
De escrever me esquivo.
De mim, arredia
fugiu a poesia.
Apenas, em ti, meu amor,
meu azul intenso de cor,
consigo pensar
e inteira quero estar.
Hoje, perdi o tema
e, só tu, és o meu poema!



quinta-feira, 9 de julho de 2009

Pode-se escrever





Pode-se escrever sem ortografia
Pode-se escrever sem sintaxe
Pode-se escrever sem português
Pode-se escrever numa língua sem saber essa língua
Pode-se escrever sem saber escrever
Pode-se pegar na caneta sem haver escrita
Pode-se pegar na escrita sem haver caneta
Pode-se pegar na caneta sem haver caneta
Pode-se escrever sem caneta
Pode-se sem caneta escrever caneta
Pode-se sem escrever escrever pluma
Pode-se escrever sem escrever
Pode-se escrever sem sabermos nada
Pode-se escrever nada sem sabermos
Pode-se escrever sabermos sem nada
Pode-se escrever nada
Pode-se escrever com nada
Pode-se escrever sem nada
Pode-se não escrever


Pedro Oom


terça-feira, 7 de julho de 2009

METAFORICA(MENTE)


(Fado - Serigrafia de Júlio Pomar)


Esgotada... até à última gota,
sorvida de cristalino cálice
a metáfora em dó redunda
ao ritmo grotesco dum tambor.
Veste saias de lascívia
em despropositado despudor
na dança do faz de conta.

Rodopia em redondilha
suja os pés em caustica lixívia
e estonteada a pobre até rima.
A desértica planície do seu pranto
na voz ardente dum cantor
faz bela figura e tem estilo
e à rufia vira fado, num ápice.

Em crescente apoteose
sobe aos palcos a maltrapilha.
Ovacionada, erecta, lígia,
na antecâmara da morte,
prosopopeia se afirma.
Ingere finalmente a overdose
e o público espantado... delira!


sábado, 4 de julho de 2009

Com meu reconhecimento pela sua sensibilidade...

deixo à minha Poetisa Azulinha ...

meu "Coração"



Coração... meu coração!!!


Como caixinha que se preze
meu coração é guardador...
há sempre lá, num cantinho,
lugar p'ra mais um Amor!!!

Meus amores são múltiplos
de infinitos, no meu querer...
juntinhos no meu coração
renovam-me, para meu Viver!!!

Aconchego bem esta caixinha
bem dentro do meu peito...
Por ser minha, é muito minha...
e... ao AMOR... me dou direito!!!


de:aileda/adeliavaz

Há...


(Imagem da Net)


Há um pássaro sereno
de plumagem luzidia,
dum azul único, turquesa,
liberto dentro de mim,
no âmago do meu espírito.

Há um recanto ameno
com cheiros de maresia
onde se respira grandeza,
templo e secreto jardim
da minha sede de infinito.

Há um espaço onde o aceno,
quieta e doce melancolia,
é resposta, com certeza,
água benta, bálsamo, jasmim,
às dúvidas em que medito...

Há um tempo pequeno
- entre a lua e a maré vazia -
feito de verdade e clareza
que me recheia, assim,
na iminência do conflito!


sexta-feira, 3 de julho de 2009

Outro miminho




Em maré de mimos recebi este ramo de flores da minha amiga Aileda poetisa das palavras e da cor. Recordando Nilton César e o "Receba as Flores que lhe Dou" em:
entardeci mais doce e saudosa.

Um beijinho e obrigada Aileda.


quinta-feira, 2 de julho de 2009

Prémio Blog "Coração de Ouro"




Recebi, e muito agradeço, mais este prémio de “Um Farol chamado Amizade” em:

http://nuestramizade.blogspot.com/

Tenho por missão divulgá-lo e reparti-lo.

As regras são as seguintes

- Expor o prémio em local visível no vosso blog;
- Indicar qual o blog que o concedeu;
- Premiar outros 10 blogs;
- Avisar os respectivos “blogueiros” dos blogs premiados.


Infringindo também um pouco as regras iniciais e porque considero que todos têm um “Coração de Ouro”, oferto este prémio a todos os amigos e seguidores deste blog, aos quais peço que a respectiva recolha e colocação nos vossos blogs.
Boas férias aos que já estejam em pleno gozo das mesmas ou a caminho disso e Parabéns a todos pelo prémio e pela Amizade que sempre têm demonstrado.

Um beijinho.


quinta-feira, 25 de junho de 2009

Prémio Blog/Site Especial




Recebi este PRÉMIO/SELINHO elaborado pela artista plástica Maria Isabel Lassuta Monteverde do blog "Artista Maldito" : http://imonteverde.blogspot.com/ , em parceria com António Manuel da Silva Pais - blog: "Tentativas Poemáticas" : http://antoniopais1.blogspot.com/


A ambos, um enorme obrigada, votos de óptimas férias e um beijinho.

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Há sempre um Tempo...

Com cheirinho a mangerico
uma quadra... um pedido

Ó meu rico S. João
meu santinho afamado
leva à Poetisa "azulinha"
o meu miminho redobrado



1Bjinhão


aileda

(imagem da NET)
"Arraial" no Bairro
(tradição popular portuguesa)
Em dia de Santos Populares
Sto António (13Junho), S. João (24Junho) e S. Pedro (29Junho)


...saltar a fogueira


No Bairro das emoções
entro
desmedida...
saltar a fogueira
eu vou
desta
ou d'outra maneira
aqui estou...
sou atrevida

No Bairro das sensações
a lenha a crepitar
arde
de brincadeira
rimada ou não
numa sã alegria
eu vou
saltar a fogueira
desta
ou d'outra poesia
d'alma e coração...



de:aileda/adeliavaz

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Lua e Mar... Mar e Lua...




Nómada, à deriva,
entre as estrelas sozinha,
a incerta lua esquiva,
envergonhada se avizinha.

Reparte a nostalgia
em banhos de luz e prata
com um mar de calmaria
a que se une parceira e grata.

Ele, louco, apaixonado
embala o seu sonho de poeta
reflectindo o brilho espelhado.

Que abraço... Que união asceta!!!!
Que beijo fecundo, enamorado,
os dois amantes, assim, completa!...


quinta-feira, 18 de junho de 2009

Prémio internacional UTOPIE CALABRESI




Recebi este prémio do queridíssimo amigo Domenico Condito do blog "Utopie Calabresi" que muito me sensibiliza e agradeço.

Transcrevo, abaixo, esta atribuição e respectivas normas repartindo-o com muito carinho e apreço por alguns dos blogs que mais me cativam.

Quanto ao humanismo apraz-me dizer que cada ser humano é um pequeno universo na galáxia dos valores e da dignidade. Pena que o preconceito de tantos ainda não os deixe perceber que podem transformar o mundo num local melhor para viver.

Transcrevo esta frase de Martin Luther King, tão a propósito:

"Se soubesse que o mundo se desintegraria amanhã, ainda assim plantaria a minha macieira.O que me assusta não é a violência de poucos, mas a omissão de muitos.Temos aprendido a voar como os pássaros, a nadar como os peixes, mas não aprendemos a sensível arte de viver como irmãos."

Grazie mille Domenico

"O Premio Internazionale UTOPIE CALABRESI inspira-se nos valores do Humanismo, entendendo-se por isso “tudo o que é digno do homem e o torna civilizado, elevando-o acima da barbarie”. Este “selo” foi criado com o objetivo de premiar os blogs que promovem conhecimento livre, cultura e arte, tolerância e aceitação da diferença, amizade e solidariedade entre os povos... "

Quem recebe o Premio Internazionale UTOPIE CALABRESI e o aceita deve:

- visitar o blog UTOPIE CALABRESI,
http://utopiecalabresi.blogspot.com/ ,
- clicar na imagem do prémio colocada na homepage e deixar um comentário sobre o Humanismo;
- escolher 5 outros blogs a quem entregar o prémio;
- linkar o blog pelo qual recebeu:
NOVA PANGEIA DE LETRAS -
http://novapangeia.blogspot.com/
- exibir a distinta imagem.

Indico os seguintes blogs para receber este prémio:

Pretexto Clássico -
http://pretexto-classico.blogspot.com/

As Minhas Romãs -
http://romasdapaula.blogspot.com/

O Profeta -
http://profeciaeterna.blogspot.com/

História Viva -
http://historianovest.blogspot.com/

Paulo Viana -
http://paulovianabezerra.blogspot.com/

Gulliver -
http://freespiritman.blogspot.com/

Internapoli City -
http://internapoli-city.blogspot.com/

Mar de Sonhos - http://marsonhos.blogspot.com/



A favor do Humanismo em defesa da Humanidade!


Um beijinho a todos,


Isabel Branco

terça-feira, 16 de junho de 2009

Insónia


(Imagem da Net)



Esquece-se o poema
da hora
e, insónia,
vagueia pela madrugada...
Perde-se no dilema
de escrito amanhã ou agora,
no texto flor da begónia
desabrochada...
Confunde-se no tema,
no contexto que o devora
e insónia, apenas insónia,
vislumbra a alvorada.



sexta-feira, 12 de junho de 2009

Esboço


(Imagem da Net)


Um rio! Rasguei um rio
nas escarpas do meu peito,
gigantesco e frio
sem delta, sem leito...

Um mar! Esbocei um mar
nos sulcos do meu pranto,
desconhecido a navegar
sem abismo, sem espanto...

Um monte! Subi um monte
nas sondas do meu medo
fértil, verde e fonte
sem pedra, sem penedo...

Um sol! Pintei um sol
nas tardes da minha dor
brilhante e girassol
cheio de vida e de cor...



sexta-feira, 5 de junho de 2009

Voltarei...






Voltarei em cada gota de orvalho,
de olhos húmidos e lábios de cereja
para beber dos teus o sol da manhã...

Voltarei em cada pingo de chuva
de alma limpa e corpo são
para ser teu lençol, teu berço, teu chão...

Voltarei em cada botão de rosa
de seda púrpura vestida
para que a tua mão me desnude...

Voltarei em cada silêncio
de escorregadias pedras calcetado
para te ouvir meu nome murmurar...

Voltarei em cada memória
de mel e de branco ornada
para sentir o doce beijo prometido...

Voltarei em cada passo teu
de mim renascida e vingada
para nova e conjunta caminhada...

Voltarei em cada adeus,
de novo, gaivota de asas abertas
para abraçar tua praia deserta...

Voltarei em cada entardecer
de mar em azul aguarela
para em teu horizonte anoitecer...


quinta-feira, 28 de maio de 2009

Vias




Respeito, civilidade...
Pérolas, orquídeas,
belas, raras, preciosas!...

Zelo, dignidade...
Ouro, sândalo, perfume
das almas vitoriosas!...

Amor, simplicidade...
Actos, vias, relicários,
na multiplicidade das rosas!


segunda-feira, 25 de maio de 2009

Parabéns Catuiti


Foto Montagem: Isabel Branco


Blue Bird Azulinha,
Catuiti dos céus angolanos
que de asas abertas
voaste no universo do teu sonho...
Parabéns pelo teu aniversário!
Que sejas feliz como mereces
nesse teu jeito, maninha,
por muitos e muitos anos!
E, das lembranças que me despertas
desse tempo tão nosso e tão risonho
festejaremos , um dia, o centenário...
VIVE o hoje, pois hoje aconteces!

Um grande beijinho.


sexta-feira, 22 de maio de 2009

Sozinha!...


(Imagem da Net)



Sozinha!...

No velho banco frente ao mar
tendo por horizonte
um limite de azul milenar...

Sozinha!...

No cais dos meus pensamentos
tendo por horizonte
um sem fim de lamentos...

Sozinha!...

No passar morno dos meus dias
tendo por horizonte
teus afagos nas minhas fantasias...

Sozinha!...

Na doce e quieta melancolia
tendo por horizonte
a luz que teu olhar me irradia.

Sozinha!...

Na parca distância duma milha
tendo por horizonte
a tranquilidade da minha ilha...

Sozinha!...

No correr das águas embarco
tendo por horizonte
o mesmo sonho... e, de mim a ti, parto...


quarta-feira, 20 de maio de 2009

Declínios em Azul Crepúsculo


(Imagem da Net)



Adormece a montanha da fantasia
em infinito céu de azul crepúsculo
numa língua de areia esguia
entre ventos dum mar maiúsculo.

Flores serpenteiam as cascatas
no inebriante perfume dos sentidos
do absoluto cúmplices e piratas
de garridas e mil cores vestidos.

Caprichosas nuvens entre oiros
tangem baús de segredos,
nos penhascos desenham agoiros
na ilha dos silêncios e dos medos.

E qualquer coisa indefinida
entre transparência e paz
revela a vontade suicida
que a penumbra da noite traz.

Apenas um eco...do grito abafado
e a imensidão que dói ao redor.
Apenas um nome...soletrado
que embarca dolente o sonho mor...


quarta-feira, 13 de maio de 2009

UM QUASE NADA E…TANTO!


(Imagem da Net)



Definições???
Porquês???
Um não sei quê de quase louca...
Inconstância...
Um tanto de ninguém,
no entanto, alguém...
Um caso raro,
uma força viva da natureza…
Alguma parecença!
Exclamações!!!
Dirão vocês!!!
Um quase nada de coisa pouca
e tanto de ânsia...
Um corre-corre, um vai e vem,
no entanto, serenidade também...
Ao espelho encaro
um retrato de silenciada beleza
na relação ódio bem querença...
Motivações??!!...
Talvez...
Na voz rude quase rouca,
na teimosia e na elegância...
Uma, entre mil ou entre cem,
mulher, poeta e mãe...
Assim, me declaro
acima de toda e qualquer tristeza,
alheia à indiferença...



quinta-feira, 7 de maio de 2009

Outro Recado da Melanie

Outro recado da Melanie, que muito agradeço, em comentário ao "Envelheceres":




Um beijinho para ti, Melanie

quarta-feira, 6 de maio de 2009

Envelheceres


(Imagem da Net)



Correm águas sobre pontes movediças!
Rouba-nos o tempo a beleza e a forma
cerceando-nos do vigor e vitalidade...
São os olhos agora janelas quebradiças
do castelo que se desmorona e disforma
na célere passagem da idade!

Esvai-se o sangue em aguado fluido!
As cãs branqueiam entre os azuis de sonho
no jogo duplo da mentira e da verdade.
Apodrece ressequido o fruto proibido
ao inverno que, gélido e tristonho,
se anuncia à comum humanidade.

Alinham-se as gavetas da memória,
perfiladas entre o passado e o agora
na sombra da perdida oportunidade.
Reescreve-se, mil vezes, a história
e cada ano sabe a silêncio e a hora
mascara-se em molduras com a realidade.

Magoam as pedras soltas, arremessadas!
Pedaços de alma ferida florindo
na inevitável poesia da saudade...
Pelos caminhos, sulcos, veias traçadas,
rugas sábias nos ossos esculpindo
a inegável magia da eternidade!



segunda-feira, 4 de maio de 2009

Toco-te e Beijo-te


(Imagem da Net)



Toco-te poema em mim renascido
e beijo teus lábios sensuais,
húmidos, carnudos genitais,
plenos de gosto e de sentido.

Mordo o desejo havido,
sílaba a sílaba, verso a verso.
Acto e corpo acontecido
no rubro texto de prazer perverso.

Pulsa-me o sangue nas veias
numa agitação inconcebível
no jorrar das emoções e das ideias.

Toco-te ser do meu ser apetecível
e inundo-me de tuas marés-cheias
em cada sofreguidão inesquecível!


Dois Recados






Dois Recados de carinho que recebi da minha amiga Melanie.

Muito te agradeço querida amiga e um beijinho.