sábado, 28 de fevereiro de 2009

Sublime Poesia


(Imagem da Net)



Invisível espaço entre a luz
do ouro nostálgico da tarde,
antes da sombra do anoitecer
e a intensidade do acontecer,
leva-me à fronteira da realidade
e liberta as minhas asas de pássaro
num voo plano de poesia e maravilha.
Em seu grito estridente e sublime
solta-me infinita no Absoluto,
Eu, de mim, mulher e deusa
e despe-me da mortal suspeita
que o ténue véu da razão sustenta.
E dum impossível imaginário
de milhões e milhões de borboletas azuis
rompendo a crisálida, em metamorfose
de gigantes mariposas flutuantes,
abre meus olhos de encantos
e cresce em meus braços
searas, caminhos e ramos
espalhando, por toda a parte,
sementes de palavras,
férteis e abundantes,
por muitos e muitos anos.





4 comentários:

"Antonio" disse...

"O sábio, em tempos difíceis, quando não consegue avançar externamente, se mantém construindo benefícios internos"
"Da força de caráter surge a tranqüilidade. Da tranqüilidade nasce o sucesso.
"O autoconhecimento não é uma idéia: é um movimento. Se nos falta o autoconhecimento, a simples ação, baseada numa idéia, conduz ao fracasso"
"O curso da natureza é tal que algumas coisas vão à frente, enquanto outras vão atrás; algumas são quentes, enquanto outras são frias; algumas são frágeis, outras fortes; algumas vencem na luta pela vida e outras perecem. O sábio evita os extremos"
"O homem superior acende a luz, onde as trevas são densas; articula tolerância, ao pé da agressividade; envolve as farpas da cólera em algodão de brandura; conduz a paz por fonte viva sobre a discórdia"
"A quietude domina o movimento"
"Não tenha nenhum receio em permanecer desconhecido dos homens; mas tema, antes desconhecer a si próprio"

Antonio Educando com karate Abraços.

Isabel Branco disse...

António

Tomei nota destes príncipios, alguns deles bem significativos e a seguir para uma melhor qualidade de vida e sucesso.

Um abraço.

manzas disse...

Sublimes versos escapam das almas dos poetas
Viajando até ao fundo dos céus como balões …
Suspensos ficam no tecto brilhando poesias inquietas
Reflectindo olhos orvalhados em prados de emoções

Dedicado a todos
Os poetas e poetisas
Deste mundo,
Os que já adormeceram,
E aos outros
Que ainda nem sono têm...

Bem hajam!

Uma boa sexta-feira e um melhor fim-de-semana…

O eterno abraço…

-MANZAS-

Isabel Branco disse...

Manzas

Irei logo que possa ler os teus últimos e belos "Pensamentos".
Assim que melhore e enfrente de novo algumas horas de computador.

Boa semana e um beijinho.