quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Tributo a Camões



Luiz Vaz de Camões,
um dos maiores poetas épicos portugueses, nasceu, ao que consta
(tanto o dia, como o ano e o local são incertos para alguns historiadores)
no dia 04 de Fevereiro de 1524, em Lisboa.

Autor de Os Lusíadas e diversos e tão belos sonetos. Destes escolhi três com os quais presto o meu tributo a este vulto gigante da nossa poesia.


I

O dia em que nasci moura e pereça,
Não o queira jamais o tempo dar;
Não torne mais ao Mundo, e, se tornar,
Eclipse nesse passo o Sol padeça.

A luz lhe falte, O Sol se [lhe] escureça,
Mostre o Mundo sinais de se acabar,
Nasçam-lhe monstros, sangue chova o ar,
A mãe ao próprio filho não conheça.

As pessoas pasmadas, de ignorantes,
As lágrimas no rosto, a cor perdida,
Cuidem que o mundo já se destruiu.

Ó gente temerosa, não te espantes,
Que este dia deitou ao Mundo a vida
Mais desgraçada que jamais se viu!


II

Erros meus, má fortuna, amor ardente
Em minha perdição se conjuraram;
Os erros e a fortuna sobejaram,
Que para mim bastava amor somente.

Tudo passei; mas tenho tão presente
A grande dor das cousas que passaram,
Que as magoadas iras me ensinaram
A não querer já nunca ser contente.

Errei todo o discurso dos meus anos;
Dei causa a que a fortuna castigasse
As minhas mais fundadas esperanças.

De amor não vi se não breves enganos.
Oh! Quem tanto pudesse, que fartasse
Este meu duro Génio de vinganças!"



III

"Enquanto quis Fortuna que tivesse
Esperança de algum contentamento,
O gosto de um suave pensamento
Me fez que seus versos escrevesse.

Porém, temendo Amor que aviso desse
Minha escritura a algum juízo isento,
Escureceu-me o engenho co tormento,
Para que seus enganos não dissesse.

Ó vós que Amor obriga a ser sujeitos
diversas vontades! Quando lerdes
Num breve livro casos tão diversos,

Verdades puras são, e não defeitos...
E sabei que, segundo o amor tiverdes,
Tereis o entendimento de meus versos!"



6 comentários:

Natiane disse...

Nossa vc ja deve ter tido várias experiências de vida gosto muito de conversar com pessoas assim como vc. Parabens! seu blog é encantador

Isabel Branco disse...

Natiane

Ao ler o teu perfil constato que és uma menina muito jovem com sentimentos muito bonitos que gosta de escrever.
Sim...tenho alguma experiência de vida pois, passei por uma guerra, fui e sou refugiada distante do minha terra de nascimento e tudo o que fiz na minha vida foi com muita luta e trabalho. Isso nos dá base para continuar a lutar e a acreditar.
Obrigada por teu carinho, e volta sempre.

Um beijinho.

Carlos Barros disse...

Nunca será demais homenagear esse notável poeta.
Belo tributo.

Beijo pra ti!

Isabel Branco disse...

Carlos

"Esforço e arte vencerão a fortuna e a própria morte." Luis de Camões

Um beijinho.

Luis F disse...

Os meus parabéns pelo blogue... descobri o mesmo e mergulhei no perfume do seu encanto e das suas palavras.

Excelente

Saudações
Luis

Isabel Branco disse...

Luis

Grata e bem vindo. Interesses e gostos idênticos nos norteiam, o que nos aproxima. Visitarei o seu blog.

Um abraço.