terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Corais


"CORAIS" - Pintura da autoria da minha amiga Mª Augusta Guedes (a Blue Bird)


Esta pujança de vida e de cor inspirou-me para este poema igualmente intitulado:


CORAIS



Dançam as cores
em harmonia
ao sabor das ondas
em nostalgia...
Os nácares retidos
transparecem
em lento processo de alquimia
pelos mares intrépidos
seus incógnitos escultores
artisticamente esculpidos...
Enigmáticos tecidos,
azuis, vermelhos, garridos,
marítimas Giocondas
de paraísos tropicais
acontecem
em explosões de policromia
os recifes de corais
que aos poucos, padecem
e vão morrendo
em formas hediondas
em extensões desérticas e brutais.
Assim são os grandes amores:
Hinos coloridos,
odes de paixão e alegria
que esmorecem
se lentamente mal vividos
e das nossas intempéries globais
fatidicamente enfraquecidos.



4 comentários:

manzas disse...

Entrar aqui, na tamanha beleza
Numa pagina que fermenta Harmonia…
É sonhar acordado e voar na leveza
De poetizar tudo… porque tudo é poesia

Uma semana de paz e alegria…

O eterno abraço…

-MANZAS-

singamaraja disse...

Auuum !

Thanks for visiting me

Isabel Branco disse...

Manzas

Tudo é poesia...
aos olhos do poeta!
Se entende e lê a magia
e a sente na hora certa.

Um beijinho.

Isabel Branco disse...

Singamaraja

I like it.
A good day for you.