sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Reencarnação - "Nada Acontece por Acaso"



(Imagem da Net)


Porque "NADA ACONTECE POR ACASO"...

Porque "Existem mais coisas entre o céu e a terra do que sonha a nossa vã filosofia (como disse o Hamlet de William Shakespeare)...

Porque também acredito na reencarnação, regressão ou migração das almas (como lhe queiram chamar)...

Porque também já me confrontei com o inquietante "Déjà vu", com factos, sonhos, vozes, presenças, momentos e experiências que o testemunham e me levam a crer nas minhas outras vidas passadas...

Trago-vos este filme "Minha Vida na Outra Vida" com Jane Seymour que (embora longo e dobrado em brasileiro e eu o preferisse na língua original), relata a história recente (1993) e verídica de Jenny Cockell (nascida em 1953 na Inglaterra) que revive e reencarna a vida de outra mulher Mary Sutton (fisionomicamente igualzinha a ela), nascida em Malahide (uma pequena aldeia irlandesa), e falecida em 24 de Outubro de 1932.



Veja em:

http://video.google.com/videoplay?docid=8024879465072943702

Para melhor assistir a este vídeo, desligue o som da Rádio Nostalgia, no final da página e, por se tratar de um filme com 1h e 32 m, aumente a imagem para ecrã total, afaste-se um pouco do computador (a uma distância de mais ou menos um metro) e para que não haja paragens mexa o rato de vez em quando.

E, porque também já escrevi sobre o assunto, deixo outro dos meus poemas escrito em 2007 e publicado no meu livro: "Dez Degraus até ao Sol" in "A Outra Parte de Mim...":


REENCARNAÇÃO


Creio na reencarnação
das almas privilegiadas,
espíritos em libertação
em várias fases abençoadas.

Exemplos de vidas anteriores
que em perpétua evolução
transcendem suas dores
em eterna gravitação.

Surgem na voz dos poetas
e pairando entre os mortais,
sublimes, alcançam suas metas.

De finos véus se cobrem, imortais...
E, renascendo como profetas,
celebrizam seres especiais.



6 comentários:

Paula Raposo disse...

Eu começo a acreditar que nada acontece por acaso. Muitos beijos.

entremares disse...

" Você é levado em sua vida pela criatura viva interior, o ser espiritual brincalhão que é o seu verdadeiro ser.
Não vire as costas aos possíveis futuros, antes de ter a certeza que não tem nada que aprender com eles.
Você será sempre livre para mudar de ideias e escolher um futuro ou um passados diferentes "

Richard Bach, Ilusões

Obrigado.

Isabel Branco disse...

Paula

Tudo no universo se relaciona e interliga.

Um beijinho.

Isabel Branco disse...

Entremares

Bem vindo.

Não é o futuro nem o passado o que realmente importa, mas sim o presente e a sua relação com o que foi e o que está para vir.Interessa ser e sobretudo sentir e tudo ao nosso redor se conjuga e congemina num intrínseco acontecer.

Um abraço.

L. Malloy disse...

Acompanha o meu blog, por favor.

L.

Isabel Branco disse...

L. Malloy

Visitarei o seu blog sim. Aliás, já dei uma voltinha por lá. Há uma pessoa solitária nas páginas que escreve, porém maior amigo que a escrita não encontra. Lerei as sua histórias mais calmamente e irei comentar logo que tenha um tempinho.

Um abraço