segunda-feira, 20 de abril de 2009

Cansa-me


(Imagem da Net)


Cansa-me a hipocrisia,
a falta de escrúpulos,
a idiotice mascarada
na laracha sem piada.
Cansa-me a gente chata,
repetitiva, pedinchona
e desocupada.
Cansa-me o zumbido da multidão,
a surdez da cidade resmungona.
Cansa-me o marasmo
que é este país adormecido.
Cansa-me a mediocridade,
o comodismo,
a demagogia...
Cansa-me, o triste fado,
a irresponsabilidade,
o inevitável fatalismo...
Cansa-me, o dia a dia
sempre igual e sem paixão,
sem objectivo.
Cansa-me o dever, a punição,
o abuso, a injustiça...
Cansa-me a indiferença,
a indulgência,
a hesitação...
Cansa-me a falta do sol
e a neblina tristonha
que me impede de mexer,
agir, barafustar, ser...
Cansa-me esperar...
esperar... esperar,
desesperar
nem sei o quê...



8 comentários:

Anónimo disse...

Minha querida amiga!! Deixaste-me sem palavras para qualquer comentário ao teu verdadeiro poema."CANSA-ME"

UM Xi coração.

Nônô

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

O Néctar da Flor mais uma vez homenageia os amigos queridos com mais um selo, onde a magia acontece, seja ela qual for.
Não existem regras, apenas repasse com carinho para aqueles que fazem a mágica da escrita criar vida.



Beijos jogados no ar, sempre!

-emo

Isabel Branco disse...

Nonô

Cansa-me e deprime-me esta correria sem sentido...
esta corrupção descarada...

Um beijinho

Isabel Branco disse...

Rebeca

Obrigada pelo selo que repassarei também com carinho.

Um beijinho.

Tétis disse...

Olá Isabel

Cheguei até aqui por "indicação" do amigo Domenico de "Utopie Calabresi".

O blog é lindo e a tua poesia maravilhosa (desculpa, não sei se não te importas que nos tratemos por tu!...).

Vou colocar-me como tua seguidora e virei aqui muitas mais vezes.

Um abraço

Isabel Branco disse...

Tétis

Linda a corrente da amizade que une seres dos 4 cantos do mundo.
Tive já o prazer de conhecer pessoalmente o nosso amigo Domenico e todo o seu empenho no trabalho que está a realizar.

Claro que não me importo nada que me trates por tu, até dá mais jeito, pois entre blogs não há idades ou classes mas apenas ideias, criatividade, cultura, empenho, imaginação e arte.

E, numa 1ª análise, encontrei no teu blog todos estes ingredientes o que me agradou bastante.

Ler-nos-emos mutuamente estou certa.

Um beijinho.

Paula Raposo disse...

Tudo isso me cansa! E muito. Beijos.

Isabel Branco disse...

Paula

E para este mal não se avizinha cura. Vai de mal a pior. E eu até sou optimista normalmente.
Bom fim de semana e um beijinho.