quinta-feira, 9 de setembro de 2010

A Rima Mais Bonita - do álbum Tantas Lisboas

A Rima mais bonita - do álbum Tantas Lisboas, na voz de Marco Rodrigues.

Para além da interpretação, este fado tem uma letra lindíssima ...da autoria de Tiago Torres da Silva

"Cansei-me dos poemas que escrevi
mas não tive coragem de os rasgar.
São versos, meu amor...falam de ti
mesmo que, às vezes, finjam não falar.

São versos, meu amor...falam de ti
mesmo que, às vezes, finjam não falar.

O Fado quando chegou à noitinha
ficou todo contente por me ver.
Pediu-me versos novos e eu não tinha,
rasguei-os antes mesmo de os escrever.

Pediu-me versos novos e eu não tinha,
rasguei-os antes mesmo de os escrever.

Agora quando o Fado me visita
já trás poemas feitos de tristeza.
Cansado, escolhe a rima mais bonita,
e deixa-a esquecida sobre a mesa.

Cansado, escolhe a rima mais bonita,
e deixa-a esquecida sobre a mesa.

Então, chega a saudade e eu regresso
às quadras que não tinha terminado.
São versos, meu amor, quando os começo
mas assim que os acabo já são Fado.

São versos, meu amor, quando os começo
mas assim que os acabo já são Fado."




Tiago Torres da Silva



Para melhor ouvir este video, baixe o som da Rádio Nostalgia no final da página




Marco Rodrigues

Marco Rodrigues - fado novo a 13 de Setembro
16-08-2010
«Tantas Lisboas» é o título do disco de Marco Rodrigues. As colaborações de Carlos do Carmo, Mafalda Arnauth, Boss AC e Inês Pedrosa constituem alguns dos pontos de fortes deste registo. O álbum está disponível a partir de 13 de Setembro.
Até aos quinze anos, Marco Rodrigues – que vivia em Arcos de Valdevez – apenas sabia que existia um género musical chamado fado e que a sua maior diva era Amália Rodrigues. Mas, quando vem para Lisboa com a mãe, o fado entrou-lhe pela vida dentro sem pedir licença. Foi a figura materna que o incentivou a concorrer à Grande Noite do Fado, no Coliseu de Lisboa, que Marco venceu e, apesar dos seus tenros 16 anos na altura, já na categoria de Sénior. Poucos meses depois, Marco Rodrigues estreou-se como profissional no Café Luso – onde ainda é fadista e violista residente para além de acumular estas funções com a de director artístico da casa.

Agora, depois de “Fados da Tristeza Alegre” (2006), o fadista Marco Rodrigues prepara-se para editar o seu segundo álbum, “Tantas Lisboas”, através da Universal Music Portugal e com edição prevista para 13 de Setembro. Um álbum que tem como convidados Carlos do Carmo e Mafalda Arnauth e entre os compositores e letristas Tiago Machado, Boss AC, Tiago Torres da Silva e Inês Pedrosa.

“O meu álbum”, diz Marco Rodrigues, “não tem só fado nem tem só instrumentos de fado. Eu canto fado, vivo do fado mas não estou (apenas) no fado”. “Tantas Lisboas” apresenta alguns clássicos – como o lendário “Fado do Estudante” (interpretado por Vasco Santana no filme “A Canção de Lisboa”) – e muitos originais, incluindo dois temas com música composta pelo próprio Marco Rodrigues. Aliás, neste álbum Marco Rodrigues – e tal como acontece muitas vezes ao vivo – acompanha-se, também, à viola.

A cidade de Lisboa está presente, naturalmente, em muitas canções do álbum. De todas elas, destaca-se “O Homem do Saldanha”, um dueto com Carlos do Carmo, com letra de Boss AC e música de Tiago Machado. Com Mafalda Arnauth, Marco Rodrigues canta “Valsa das Paixões”, que tem letra de Tiago Torres da Silva e, igualmente, música de Tiago Machado. Este foi o primeiro tema retirado do álbum e já marcou presença na novela da TVI, «Mar de Paixão», e que roda na Antena 1 e Rádio Amália, bem como a canção «A Rima Mais Bonita».

«Tantas Lisboas» disponível a 13 de Setembro.

http://www.universalmusic.pt/


3 comentários:

Anónimo disse...

Olá! obrigado por publicarem esta letra que eu tanto gostei de escrever e que o Marco interpreta tão bem... Queria só dizer que há um erro no terceiro verso da primeira quadra (e consequentemente na repetição) o verso correcto é "são versos, meu amor... falam de ti"
se puderem corrigir, eu agradeço
um abraço

tiago torres da silva

Isabel Branco disse...

Tiago

É um enorme prazer ter o autor deste belo poema comentando a publicação. Esta manhã ouvi este fado na Antena 1 e não resisti à letra e aos versos. Quase, já os sei de cor, por isso os transcrevi. Como estava no serviço não tive oportunidade de rectificar qualquer lapso. Vim agora conferir e ouvir novamente. Obrigada e vou corrigir, para que não haja dúvidas. Parabéns e felicidades na parceria do novo álbum.
Um abraço

Beatriz disse...

Ola Um blog Sobre o Marco chegou a mim Num entanto simplesmente adorei
trabalho fantastico Obrigadan